Pular para o conteúdo principal

A Síndrome de Lavender Town.

 
                                                                                         Sindrome.

franquia de jogos Pokémon é uma das mais conhecidas e famosas do mundo, e como era de se esperar, ela tem suas lendas e mistérios. Uma das principais lendas esconde-se por trás da cidade de Lavender, aonde, nas primeiras versões do jogo (red e green) uma estranha musica causara uma série de estranho comportamentos em crianças de 7 a 15 anos, e em alguns caso, levando ao trágico e inexplicável suicídio. Seria essa musica responsável por essa histeria? Seria proposital? Ou será que tudo isso não passa de mais uma lenda, o Near Place vai descobrir.

A lenda:
Japão, 1996, a franquia de jogos de Pokémon explode em todas as áreas desta ilha, cada criança com seu game boy havia ficado completamente viciada no fascinante mundo dos Pokémons, eles tinham de chegar ao final, tinham de se tornar os melhores mestres Pokémon, porém, essa feliz história traria uma nuvem sombria para as famílias das crianças que nem imaginavam o que estava por vir.

Em determinada parte do game, um pouco depois de 50% do game completo, as crianças conheciam pela primeira vez a infame cidade de Lavender Town, um lugar aonde o mundo mágico e feliz de Pokémon ganhava um ar mais adulto e realístico, lá, na torre de Lavander, ficava o local de descanso final para os amados Pokémons, alguns mortos por causas naturais, outros mortos em batalhas. Mas o ar fúnebre daquela cidade não era nem de longe o mais sinistro dos problemas, as coisas começavam a ficar estranhas quando a musica tema, diferente de qualquer outra, começava a tocar. Depois de alguns minutos exposto aquela musica as crianças começavam a apresentar episódios de epilepsia, vômitos, crises de pânicos, crises de ansiedade, comportamento violento, choro involuntário que podia durar horas, e o pior, algumas destas crianças cometeram suicídio.

Para os jornais na época, aqueles casos isolados não eram coincidência, eles começaram a investigar, reportar e criar uma histeria em massa sobre á musica macabra de Pokémon que estava matando a juventude do Japão, literalmente.

Depois de tais alegações chegarem aos ouvidos da Game Freak (empresa criadora de Pokémon) eles rapidamente ordenaram o re-call de todos os cartuchos vendidos no Japão e no mundo, trocando-os por uma versão corrigida com á musica de Lavander reformulada, porém, ainda com a mesma batida sinistra. Alguns universitários e produtores musicas começaram a investigar o que tinha demais naquela musica, enquanto alguns ficavam aterrorizados, outros ficavam cada vez mais maravilhados e obcecados pelas frequências ocultas na musica tema de Lavender.  Houve um caso de um produtor cujo o nome jamais fora revelado que descobriu as tão infames frequências ocultas de Lavender, antes de cometer suicídio, este jovem deixou em seus relatórios finais descrito que a musica de Lavender Town tinha frequências binaurais, estas frequências geram um estimulo maior e mais rápido no cérebro dependendo de seu nível de frequência, ele também relatou que o uso de fones de ouvido (comuns em gameboys da época) intensificava o efeito, tanto em peso como em velocidade.

Por alguma razão as principais centrais de noticias japonesas foram silenciadas quanto aos casos dos trágicos suicídios infantis relacionados a Lavender , propina ? Talvez, Um poder maior os calou? Quem sabe, tudo que se sabe hoje em dia são boatos das mortes estranhas destas crianças cujas identidades jamais foram reveladas, somente detalhes de seus suicídios, todos com algo incomum, todos faziam algum tipo de referência a Pokémon.

A verdade:
A verdade é que a musica de Lavender Town de fato é somente maçante e irritante, com uma batida muito aguda ela pode causar dores de cabeça se exposto a muito tempo, porém nunca houve se quer um único suicídio relacionado a Pokémon na área do Japão ou do mundo na época descrita na lenda.
Após intensa pesquisa em diversos sites de noticias mundiais, japonesas e no próprio Google, não fui capaz de descobrir nenhuma referencia sobre suicídios de crianças com idades de 7 a 15 anos no Japão na época e nas proporções descritas na lenda, de fato houve um incidente envolvendo Pokémon, porém foi no ano seguinte foi ao ar o episódio Computer Warrior Polygon( o guerreiro virtual Polygon) ep. N° 38, ele logo ficou conhecido como Pânico por Pokémon na época. Quando o ep continha várias luzes piscando muito rapidamente causando um efeito epilético em pessoas propicias a isso, centenas de crianças foram parar no hospital naquela noite devido a ataques epiléticos, vômitos, crises de pânico e apagões.

Após esse terrível episódio, muitas igrejas e instituições religiosas no Japão e no mundo tomaram vantagem desse fato e começaram a espalhar os mais diversos tipos de boatos, alguns de que o criador tinha um pacto com o demônio, outros que o jogo incentivava ao satanismo ou bruxaria e alguns que os jogos tinham mensagens ocultas dentro dele, a partir deste boato em particular foi por onde a lenda se originou.

Sobre a Lenda, mesmo levando em consideração a hipótese absurda que as maiores centrais de noticia do Japão tenham sido caladas por alguém, é pouco provável que as famílias das vítimas não tentassem chamar a atenção para o caso, também é pouco provável que nenhuma rede de noticias mundial não tivesse nenhum registro sobre tais incidentes.

É bom lembrar que em 1997 a era dos computadores já estava evoluída o bastante para que tal evento, caso fosse verídico, tivesse se espalhado mais rápido do que gripe. Outro ponto que refuta muito a lenda é a falta de informações, erro comum em todas as lendas.

Não existem nomes das crianças que sofreram da “ síndrome de Lavender” não há referencia aos hospitais e nem mesmo das cidades e datas do ocorrido.
Sobre a Game Freak ter ordenado um Re Call dos jogos Red e Green, este fato também não passa de uma mentira.  As versões originais de Red e Green foram sucesso de vendas e jamais tiveram re call ou alterações pós venda, a única alteração feita foi em uma remasterizarão das versões originais aonde a musica de Lavender Town foi de fato mudada, porém  a única mudança foi à melhora do áudio para os padrões da época do relançamento.

Isto é: Falso

Embora um cemitério em um jogo infantil com uma musica sinistra seja um prato cheio para imaginativos de plantão, nunca houve de fato nenhuma onda de suicídio juvenil em massa no Japão, alias quase todos os meses no Japão acontece uma onda de suicídios, porém, não em crianças dessa idade e não há nenhuma ligação a Pokémon.

Trívia:
O desenho Pokémon faz referência a torre de Lavender no episódio a” A Torre do Terror” Ep n° 23 da primeira temporada.

O manga de “Pokémon” que originaram tanto os jogos quanto os desenhos são bem violentos, a ponto de mostrar vísceras e desmembramentos de Pokémons.

*Esse artigo foi relançado para se adequar aos novos padrões do site.

Veja também

Mundo Ciência: como extrair DNA humano

Oi pessoal aqui é o Felipe e bem, vocês se lembram do primeiro Mundo Ciência em que eu ensinei vocês a extrair DNA de um morangos? Bem hoje eu irei ensinar a extrair o DNA de humanos, mas calma que você não irá precisar de sangue e nem nada do tipo, então vamos deixar de papo e começar com o experimento.


Para este experimento você vai precisar de:*Álcool
*Detergente
*Sal de cozinha
*Água
*Um bastão de vidro
*Recipientes para por o seu experimento
*Corante(opcional)




Procedimento:1) Pegue dois copos de água e coloque em um recipiente.
2) Adicione mais 1 colher de sal a mistura e mexa-a bem, retire 3 colheres desta mistura e coloque em outro recipiente.
3) Pegue essas 3 colheres da mistura e faça um bochecho por aproximadamente 1 minuto.
4) Coloque a mistura do seu bochecho em um recipiente(de preferencia de vidro para que você possa observar melhor a sua experiência) e coloque mais ou menos 1 gota de detergente, misturando levemente para que não forme bolhas.
5) Separe meio copo de água e coloque a…

Tutorial de como passar na auto escola

Vou aprender a dirigir e agora? (Atualizado, 12/05/2017)
Se sente nervoso por que vai entrar na auto escola? Ou esta inseguro em dirigir por ai mesmo estando habilitado? Não se preocupe, esses são medos comuns e hoje nós vamos mostrar a você tudo que você deve esperar desde a 1º aula até a 1º saída de carro.
Quanto vou gastar?
O preço das autoescolas com certeza é um fator que desencoraja as pessoas, mesmo aquelas que sonham muito em ter seu pedacinho de liberdade. Dinheiro não da em arvore, mas infelizmente é bom você estar ciente dos seus gastos em uma autoescola, por que, esse é o único caminho para poder dirigir por ai tranquilo, veja a seguir os preços aproximados, vale lembrar também que a cada ano o preço vai subir algumas centenas de Reais devido aos impostos:


* Os valores aqui citados são aproximados aos valores reais, os mesmo variam dependendo da região, e órgãos responsáveis.

Começando: Após ter pagado o valor exorbitante de entrada da categoria A (Moto), B( Carro) ou A/B (Ambos)…

Net now contra Netflix, qual é a melhor escolha?

Netflix contra Net now Nos dias de hoje, o serviço on demand de televisão tem ganhado espaço no nicho da indústria televisiva, aqui no Brasil, as duas principais concorrentes que oferecem esse tipo de serviço são a Netflix e o NET now, mas se precisarmos escolher apenas uma, qual delas venceria?
Netflix: Um serviço de assinatura muito similar a Tv a cabo, porém, com diferenciais que destacaram essa empresa no efusivo mundo dos serviços de entretenimento. Um dos principais diferenciais do Netflix é o fato de você poder usa-lo aonde quiser, pode ser um tablete, um smartfone, uma TV, um vídeo game ou qualquer coisa que tenha acesso a internet, esta característica da um novo sentido a frase “tv em todos os lugares.
Net now: Nascido do sistema de TV a cabo NET para competir diretamente com os serviços da Netflix, o Net Now oferece uma gama gigantesca de conteúdos de canais de tv e de outros serviços de vídeo, no caso do Net Now, o numero de conteúdos que estão disponíveis estã…

Os estigmas da nossa sociedade.

Estigmas Uma palavra muito presente na nossa sociedade e na pele daqueles que a sofrem, entenda um pouco melhor sobre alguns dos mais comuns tipos de estigma e como evita-los.
Estigma, nada mais é do que um preconceito coletivo, aonde um grupo é descriminado por uma maioria esmagadora, estes são considerados, comumente por boa parte da sociedade, como páreas e são frequentemente marginalizados por suas atividades, crenças ou gostos.
Os estigmas e preconceitos existem nas mais diversas formas e tamanhos, engloba quase tudo que foge de um padrão popular, e isto em sí, engloba muitas coisas, para que esse artigo não fique muito extenso ele será dividido em duas partes, conheça agora alguns estigmas comuns:
Estigma Religioso: Segundo a constituição brasileira, cada um de nós tem direito a livre escolha e expressão da fé, por ser um país laico, na teoria nós deveríamos abrigar todos os tipos de religião , porém na pratica tal coisa jamais existiu.
Nos dias de hoje, não importa qual seja sua rel…