08/11/12

Por onde andam os atores de Harry Potter


Por onde andam Harry e seus amigos ?


A franquia de filmes inspirados nos livros de J.K Rowling rendeu bilhões de dólares, mais infelizmente as aventuras do bruxo mais famoso do cinema acabou, então, como ficou a vida profissional dos atores de Harry Potter, bem vamos ver isso agora...

Daniel Redcliffe 


Com certeza o Daniel anda se "aventurando" na sua carreira.

Enquanto fazia promoção internacional de “The Woman in Black” Daniel comentou à uma revista francesa “Tetu”, sobre novos projetos para o próximo ano.

Na segunda-feira, durante a maratona promocional para seu novo filme, The Woman in Black, a estrela lançada de Harry Potter era “muito provável” para interpretar um personagem gay em um filme para ser lançado no decorrer do próximo ano. “Mas eu não direi mais nada”, disse à TÊTU.

Radcliffe prefere antecipar a campanha publicitária em torno deste papel futuro: “Muitas coisas vão ser ditas sobre gay, mas eu prefiro dizer agora que este projeto é muito mais do que isso.”

Quanto à perspectiva de beijar um menino? “Eu não tenho certeza de que eu gostaria”, ele sorri. “Mas eu acho que eu vou descobrir.”

Fonte : Daniel Radcliffe Brasil- Correção Near Place

Rubert Grint 

De corredor a punk...
-Parte da entrevista a revista Metro..
Como é que você acabou sendo um dos portadores da Tocha Olímpica?
Rupert Grint: Foi através de Lloyds. Eles me nomearam. Eu sempre amei os Jogos Olímpicos e é emocionante que esteja acontecendo em Londres. Foi uma surpresa completa, mas uma grande honra. Eu mantive a tocha. Eu poderia colocá-lo em display. Eu vou encontrar um uso para ela. Eu não sou a pessoa mais atlética do mundo e essa é provavelmente a única vez que eu vou correr este ano. Eu tenho alguns ingressos para a natação e para o atletismo - eu não consigo lembrar o que os eventos são.
O que você concluiu do seu próximo filme CBGB?
Rupert: É sobre o clube CBGB em Nova York e a cena punk da época. Eu interpreto um guitarrista chamado Cheetah Chrome que estava em uma banda chamada The Dead Boys. Eu tinha que ser uma estrela do rock. Foi refrescante.
Ele é uma figura do punk que se rebela contra tudo e é muito rabugento - ele é o oposto completo de Rony. Eu ainda estou achando estranho sair de toda coisa de Harry Potter, porque era uma parte muito grande da minha vida.
Você também recentemente trabalhou com Shia LaBeouf - como foi isso?
Rupert: Foi o filme antes de CBGB - The Necessary Death of Charlie Countryman. Isso é completamente estranho. Shia LaBeouf interpreta um personagem que viaja ao redor do mundo. É uma viagem e tanto abastecido com drogas e ele encontra vários personagens malucos ao longo do caminho.
Eu interpreto uma personagem que ele encontra em um albergue jovem. Eu não posso dizer o que ele faz, mas ela era uma transição para mim.
Você foi ativamente à procura de papéis que são muito diferentes de Rony?
Rupert: Os papéis acabaram de chegar, mas são sempre coisas muito atraentes para me afastar de coisas ligadas ao mundo bruxo.
São filmes com baixo orçamento, que eu gosto. É um processo muito diferente das grandes máquinas dos filmes de Harry Potter. Eles são mais ásperos e prontos, e me sinto parte da equipe. Eles não têm a mesma hierarquia estranha que eu achava desconfortável.
Que tipo de hierarquia?
Rupert: Coisa como ter uma cadeira com seu nome e um trailer. Coisas assim. Em filmes menores, você está junto com todos os outros. É estranho como os atores são colocados em um pedestal - mas somos parte da mesma equipe como todos os outros e todo mundo tem seu trabalho a fazer no set de filmagens.
Como foi interpretar uma pessoa real no filme CBGB?
Rupert: Cheetah Chrome foi realmente um personagem. É a primeira vez que eu interpretei uma pessoa real e há uma pressão para fazê-lo direito. Eu também tenho que tocar guitarra, que eu não sei fazer - eu estava fingindo. Eu aprendi os acordes e formas irregulares, mas você não vê as minhas mãos muito no filme. É incrível como ele ainda está vivo, dada a quantidade de drogas que ele usava. Ele tem um filho que era um grande fã de Harry Potter, então foi um prazer conhecê-lo.
Você sente falta de Harry Potter ou é um alívio que tenha acabado?
Rupert: Eu passei por sentimentos diferentes. Forma dez anos da minha vida e isso poderia ser um pouco sufocante - tudo era Harry Potter. É bom se afastar, mas parte de mim sempre vai sentir falta, porque foi muito divertido e eu sinto falta de trabalhar com a mesma equipe.
Com quem você mais aprendeu enquanto estava trabalhando em Harry Potter?
Rupert: Harry Potter era como ir à uma escola de cinema. Nós trabalhamos com um diretor diferente para cada filme assim conseguimos aprender suas diferentes abordagens. O elenco também foi incrível - Alan Rickman, Gary Oldman, Julie Walters - todos eles são ótimas pessoas. Você aprende só de vê-los trabalhar.
Eles te deram algum conselho específico?
Rupert: Eu tive um problema com o riso durante as cenas sérias. Por alguma razão, eu achei a morte de Dumbledore absolutamente hilariante. Alan ensinou-me que se você relaxar completamente seu rosto, é difícil rir de modo que esta foi uma boa dica.
- Fonte: Projeto Pasquin

Emma Watson
 Emma

Emma só na dela...

Emma Watson é a que esta com menos projetos entre os 3, ela esta se dedicando quase que exclusivamente a sua carreira de modelo, porém, em recentes entrevistas Emma citou alguns projetos para o cinema, eles são My Week With Marylin  e A Bela e a Fera.


Bem pessoal essa foi a minha matéria de hoje, eu sei que vocês estavam esperando o próximo capitulo da Historia de Nebel mais eu estou com um pequeno bloqueio de escritor e estou com algumas dificuldades nos detalhes finais da história, eu vou tentar postar a história amanha mais não prometo nada. Mais não se preocupem que o próximo capitulo chega.


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários sujeitos a moderação. Não são permitidos comentários de incitação ao ódio ou com palavras de baixo calão. Duvidas, vinde !ajuda"